Total de visualizações

Coluna Diamante

Extensão do Jornal Delfos-CE: http://jornaldelfos.blogspot.com.br/
O nome Diamante é por conta do primeiro livro impresso no mundo, o Diamante-Sutra, sem o qual não existiria a impressão como a conhecemos hoje em dia.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011




"Da aridez hostil brotou o cacto
Do cacto hostil brotaram poucas flores
Enfim, fez-se o homem forte.
Forte e curvado
Forte e arrebatado

Mira o futuro,
Mas o futuro se dispersa
Extrai de si mesmo a força que necessita
O pouco lhe basta
O excesso lhe sufoca

De aspecto agressivo
De conteúdo abundante
Criou-se da escassez,
Mas a ela não se conteve
Reciclou o sabugo
“Viajou na maionese”
Rompeu com o sagrado
Libertino libertado

Agridoce na essência
Move-lhe o tesão pelo desafio,
Pelo bizarro,
Pelo belo,
Pelo proibido
Do piegas nasceu o lascivo
Lapidou por si só o que tinha de tosco
Manteve tosco o que tinha de ser

Provinciano atrevido
Provinciano e decadente
Olhou para fora
Quis saber mais
Digeriu o proveitoso
Cuspiu as sobras
Vomitou o que havia sido imposto
Odiou a indiferença,
A hipocrisia repugnante

Sóbrio
Embriagado
Um pouco de Deus
Um tanto de Diabo
Tens o amor
Ama todas as cores,
Todas as formas – cada uma é especial,
Causam diferentes prazeres

Ardeu no ermo
Renasceu
Para si
Para o mundo
Respirou da secura do pó,
E do pó se fertilizou
Deu vida
Espantou a morte"

Arlindo Cirino


terça-feira, 25 de outubro de 2011

CULTIVO DE ATOS



CULTIVO DE ATOS

Cultive a ignorância e serás feliz. No entanto, terás que viver para sempre na selva.

Cultive o conhecimento e serás feliz em qualquer lugar que você estiver.

Cultive a ilusão e terás muitos ao seu lado. Mas, como ser feliz sem estar em paz? Para viver em paz deve se amar o próximo tanto quanto a ti mesmo; quem ama não ilude.

Cultive o realismo e estarás sempre sóbrio para compreender as razões que o levaram e o levarão às conseqüências.

Ao cultivar o ódio terás inimigos.

Cultive a compreensão e não terás motivos para odiar.

Ao cultivar a inveja nunca terás nada o suficiente, mesmo tendo mais que o necessário.

Cultive a humildade e terás sempre mais que o necessário, mesmo que não tenhas nada.

Ao cultivar as perdas se sentirás sempre doente.

Cultive o que a ti restou e terás oportunidades para te fortalecer, assim poderás conquistar mais do que já lhe pertenceu; deseje o que ainda pode ser conquistado e não o que já não mais existe.

Cultive a vida em plenitude de benevolências e terás a abundância em todos os sentidos.

Marcelo Nazar - do livro, A filosofia de uma estátua "Poemas a liberdade"

VIDA



VIDA

Na vida não existe destruição, existem transformações.

Não existe fim, não existe meio, existiu apenas o início.

A vida é um ato em eterna execução.

Vida não é feita de um único ser, mas de todos os seres pensantes, ou não.

Seja pelo bem ou pelo mau, a vida é feita da união de forças.

Poucos entendem a vida, muitos a questionam e tentam explicá-la.

Todos a defendem, porque têm medo de perdê-la.

Vida não tem regras, tem decisões.

Vida não tem obstáculos, tem desafios.

Vida não tem cheiro, não tem cor, nem sabor, mas quem vive pode sentir tudo isso.

Vida é um ciclo infinito de acontecimentos, e todas as coisas que passam por suas transformações deixarão para sempre seus rastos, seus feitos.

Vida é o ciclo da energia.

A vida é eterna.

Marcelo Nazar - do livro, A filosofia de uma estátua "Poemas à liberdade"